Blog do Ricardo Couto» Blog Archive » Como achar vazamento de água no motor do carro

Como achar vazamento de água no motor do carro

Reservatório de expansão do radiador (Foto: Ricardo Couto)

Reservatório de expansão do radiador (Foto: Ricardo Couto)

Comprei um Ford Fiesta hatch, ano 2003, faz uns 20 dias. Rodei uns 400 km. Quando estava dirigindo observei que o ponteiro do mostrador da temperatura do carro estava alto demais. Ao abrir o capô, percebi que o reservatório de expansão estava com o nível muito baixo. Coloquei quase um litro e meio de água. Chequei o carro todo e não localizei nenhum vazamento. Levei-o a uma oficina de radiador e o mecânico também não achou nada. É normal o Fiesta perder tanta água, pois meu pai tem um VW Fox e o seu nível nunca baixou?

Carlos Eugênio

Não é normal, Carlos. Um carro em bom estado de manutenção não perde água desse jeito. Antes de levar a um mecânico seria bom você observar melhor o problema para ver se localiza o ponto do vazamento. Geralmente, a perda de água se dá por causa de braçadeiras frouxas ou desgastadas, rachaduras em mangueiras, perfuração do radiador, pane na bomba d’água, ou ainda rompimento do reservatório de expansão ou má vedação de sua tampa.

Outro problema muito comum ocorre em veículos que têm sistema de ar quente. Para aquecer o interior do veículo, o equipamento (que fica embaixo do painel, atrás do console central) conta com uma serpentina, por onde circula a água do motor. Com o tempo de uso, esses tubos costumam vazar, deixando o líquido escapar por dentro do compartimento do motor ou na cabine. Mancha frequente no carpete é sinal de que há vazamento interno.

No caso do Fiesta, um dos pontos vulneráveis é o alojamento da válvula termostática (peça responsável pelo equilíbrio da temperatura e eficiência térmica do motor), que devido ao ressecamento de sua cobertura plástica ou rompimento do anel de vedação pode provocar a fuga de água.

Pode ser também que seu carro tenha sofrido um superaquecimento, que queimou a junta e causou um vazamento na junta entre o cabeçote e o bloco. Quando o motor ferve pode acontecer o rompimento dessa vedação e a água infiltrar nos cilindros ou se misturar ao óleo do motor. Os dois casos podem ser identificados pela mudança de cor nos eletrodos das velas ou no lubrificante, que fica esbranquiçado. Cuidado ao colocar água fria no motor muito aquecido, pois pode causar o empenamento do cabeçote. O nível só deve ser completado com ele bem frio.

Para fazer um teste simples, complete o nível e deixe o carro ligado (em marcha-lenta) na garagem e fique observando o motor e a temperatura. Espere a ventoinha entrar em ação algumas vezes e depois espie com atenção o chão e os pontos por onde a água possa vazar - coloque uma folha de jornal no piso para poder enxergar melhor a presença de pingos.

Só tome cuidado com o ventilador, porque ele entra em funcionamento automaticamente e pode causar ferimentos. Muita atenção também ao abrir a tampa do reservatório de expansão - espere o motor esfriar totalmente -, pois a água quente sob pressão pode espirrar e queimar as suas mãos e o rosto.

Se depois de tudo isso o vazamento não for detectado, leve o veículo a um mecânico experiente e de confiança para fazer um check-up completo no sistema de arrefecimento. E boa sorte.

Que dica você dá para resolver esse problema no carro?

Comente, conte o seu caso e dê a sua opinião…

Deixe uma resposta

You must be logged in to post a comment.